Nos dias 30 e 31 de agosto de 2018 a Geoline Engenharia esteve no Município de Lima Duarte para iniciar mais um projeto de Regularização Fundiária que está sendo executado em parceria com a Prefeitura.

A Regularização Fundiária é um instrumento que visa garantir o direito social a propriedade e traz segurança jurídica para os proprietários e seus familiares, além disso, possibilita o acesso a créditos e desenvolvimento dos municípios.

A partir das orientações da Prefeitura, ficou definido que o projeto piloto vai ocorrer no Bairro Poço da Pedra no Conjunto Habitacional Habitar Brasil, onde será beneficiadas aproximadamente 160 (cento e sessenta) famílias e a perspectiva é que seja expandido para outros bairros na sequência.

A equipe da Geoline Engenharia já realizou o cadastro multifinalitário e recolheu a documentação dos moradores para elaboração para expedição da Certidão de Regularização Fundiária – CRF e acredita-se que, em breve as etapas técnicas já serão concluídas para o devido encaminhamento para o Cartório de Registro de imóveis.

Com o objetivo de agilizar o processo, as Coordenadoras do Setor de Regularização Fundiária, a advogada Dra. Dinara Silva e a engenheira Civil Laís Patriarca já se reuniram, juntamente com a Prefeitura, com os representantes do Cartório de Registro de imóveis com o intuito de promover o alinhamento e definição dos trâmites dos processos de demarcação urbanística.

Tal projeto está mobilizando diversos setores da empresa e possibilitado uma troca de conhecimentos e interação das diversas áreas, contando com uma equipe multidisciplinar formada por engenheiros, advogados, arquitetos, dentre outras áreas de formação.

A engenheira civil da empresa, Thais Vaz ressaltou a importância do projeto para as cidades e a contribuição da engenharia para esse processo: “Estou feliz em integrar tais ações, uma vez que a Regularização Fundiária verdadeiramente promove dignidade para seus moradores, possibilitando que a engenharia possa atuar na perspectiva social, conciliando técnicas com acesso a direitos.”

A expectativa é que nos próximos meses os moradores já recebam a sua escritura!!!