Geoprocessamento representa um conjunto de tecnologias capazes de coletar e tratar informações georreferenciadas, que permitam o desenvolvimento constante de novas aplicações.
O geoprocessamento é formado principalmente pelo Sistema de Informação Geográfica (SIG), uma ferramenta que une softwares à metodologias, informações e dados. Isso gera um compilado de informações que auxiliam o profissional em suas tarefas. Para ficar mais claro, com essa técnica o profissional possui um mapa georreferenciado, altamente específico, no qual ele pode associar informações físicas a esses mapas. Ou seja, há o mapeamento de problemas e situações urbanas e/ou ambientais juntamente com informações demográficas, geográficas e topográficas em um só lugar, juntamente com o SIG, é utilizado em diversos setores da sociedade: desenvolvimento de bases cartográficas, avaliação de sistemas de água, esgoto e saneamento, análise de recursos naturais como florestas, rios e bacias hidrográficas e até planejamentos ambientais urbanos e rurais.

Raisso Palmer
Topografia